Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

livrosquesãoamigos

livrosquesãoamigos

"Segredos na areia" de Barabara Erskine. Mais um livro comprado por impulso no alfarrabista. Não conhecia a autora, mas achei a sinopse interessante. Não sou apreciadora de ficção cientifica nem do fantástico, gosto de coisas reais, mas gostei deste livro que mistura uma fantástica viajem pelo rio Nilo, com lendas, sacerdotes, deuses e deusas homenageados em monumentos e templos, por aquelas paisagens fora.  Vivi nas margens do rio Nilo por uns tempos, fiquei com uma vontade enorme (...)
Andei pela India, mais precisamente, por Calcutá, com o livro "Mão Morta" Não conhecia Paul Theroux, escritor de viajens com provas dadas. É uma viajem tremenda pela  confusão de uma cidade com uma atmosfera pungente, saturada de humidade e cheia de labirintos decadentes, segundo o próprio. A história tráz um crime para descobrir e encontros com pessoas enigmáticas, que talvez não sejam o que parecem. Tudo muito bem envolto por ruas, cores, cheiros e hábitos muito próprios do (...)
09 Mai, 2020

Sepúlveda

Já tinha lido um, mas em jeito de homenagem fui buscar os três que dormiam nas estantes. Reli  "O velho que lia romances de amor" e deliciei-me novamente com tal relato. O relato de uma luta entre um homem e a sua finitude na figura de uma onça. Creio que este livro deve de ser primo de "O velho e o mar" de Hemingway. - ...pôs-se a andar na direcção da sua choça e dos seus romances, que falavam do amor com palavras tão bonitas que às vezes lhe faziam esquecer a barbárie humana. O (...)
04 Mai, 2020

Livros de cozinha

O que esta coisa do isolamento fez, foi por -me a fazer arrumações e limpezas. Também têm resmas de livros de cozinha que nunca utilizaram? Estes foram limpos e voltaram para a sua estantezinha, porquê e para quê? Não vou utilizá-los! E não são só estes, são tele-culinárias do outro século (literalmente), são calhamaços de grandes nomes da cozinha portuguesa e estrangeira, são folhas e folhinhas, revistas com receitas nunca experimentadas...E sabem o que é pior? É que (...)
23 Abr, 2020

Dia do amigo livro

Que dizer de um velho amigo, dos melhores que podemos encontrar, que nunca se zanga, quando muito somos nós que nos zangamos com ele. É das melhores companhias, é silencioso e conta -nos histórias, ou ensina-nos coisas que não sabíamos. Faz -nos rir, outras vezes chorar, e outras ainda faz -nos indignar com o que nos conta.Mas é sempre com prazer que nos abeiramos de um, e é sempre com expectativa que o abrimos e o descobrimos. É dos melhores!
21 Abr, 2020

Quem é escritor?

A pedido do nosso amigo e vizinho  José  vou tentar dar a minha opinião (adoro opinar) sobre se quem escreve na blogosfera poderá ser chamado de escritor. Mas antes vou-me fazer de parva, e armar-me em esperta (?) para tentar explicar o que eu entendo por escritor. Para se ter o epíteto de escritor, terá que se saber escrever (certo?), isto apesar de algumas pessoas que não sabem sequer escrever, serem (...)
Mais de 1000 páginas que me ajudaram a levar o peso de uns quantos dias de confinamento.  Há uns anos atrás, a minha filha leu "A Bíblia de barro" de Júlia Navarro E achou-o um bocado chato de ler. Uma vez que ela também é uma grande leitora ( ou era, agora com filhos...) acabei por ficar desconfiada desta autora. Agora arranjei coragem e agarrei este "Diz-me quem sou". Gostei, espionagem e a passagem pelas guerras que assolaram a Europa no século passado, foram suficientes para (...)
Este livro foi lido ao meu neto cá em casa muitas vezes, tantas, que ele já o sabia de côr.  Ontem li-o novamente a ele e ao irmão, à distância e através de um ecrã. Soube tão bem... Não estou com eles há mais de um mês.  Tenho saudades de os esborrachar com abraços e lambuzar com beijinhos.  Quanto tempo vou ter de esperar ainda para o fazer?  
04 Abr, 2020

O amante japonês

  Mais um bom livro de Isabel Allende.  Esta escritora consegue sempre surpreender, e abordar diferentes temas, sempre com o mesmo cuidado e criatividade, a que já nos habituou. Mistura-se nesta história, várias épocas da vida de Alma. Mas a que nos prende mais, é a sua última etapa, é a altivez e a independência de uma idosa que viveu uma vida emocionante. E à medida que a revelação dos pormenores dessa vida e dos segredos que a envolveram vai acontecendo, podemos ler coisas (...)