Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

livrosquesãoamigos

livrosquesãoamigos

31 Jan, 2022

Mães e magos

20220129_161513.jpg

Tu não és como as outras mães  - Angelika Schrobsdorff 

Esta é a história de uma jovem mulher, Else, nos loucos anos 20 numa Berlim efervescente de cultura, esplendor e liberdade, e a continuidade da vida em anos conturbados com as sombras do Nacional-Socialismo a tingirem a Europa de negro.

Sendo Else Kirschner judia, esta é a história real dessa vida intensa, extravagante e inconformista, contada pela sua filha Angelika, importante escritora de origem alemã.

Sempre me perguntei o que seria o segredo do fascínio dela...É claro que tinha um rosto bonito, era inteligente, divertida, transbordava de amor, vitalidade e generosidade. Não queria saber de convenções, de cálculos ou pretensões. Mas não era só isso. Ela irradiava qualquer coisa que não é explicável através dos dotes físicos, humanos ou intelectuais.

 

Gaspar, Belchior & Baltasar  -  Michel Tournier

Os Evangelhos quase não mencionam os homens que deixando os seus reinos, os seus palácios e a sua gente, seguiram o cometa que os levaria a Belém. Michel Tournier decidiu preencher esse vazio.

Cada um dos Reis conta a sua própria odisseia e as motivações que o levaram a empreender a viagem: Gaspar, o rei negro, sofrera um desgosto de amor; Belchior fora expulso do trono por um golpe de estado e tivera de fugir para salvar a vida; Baltasar buscava a reabilitação das imagens votadas à destruição pela fanática ortodoxia do seu clero. E Taor...o quarto Rei Mago, o que não chegou a tempo a Belém.

E os três tentavam imaginar, cada um à sua maneira, o reizinho dos judeus para o qual Herodes os remetera na companhia do seu pássaro branco. Mas então tudo se tornava confuso nos seus espíritos, porque esse Herdeiro do Reino misturava atributos incompatíveis, a grandeza e a pequenez, o poder e a inocência, a plenitude e a pobreza. 

Era preciso caminhar. Ir ver. Abrir os olhos e o coração às verdades desconhecidas, apurar os ouvidos às palavras extraordinárias. Caminhavam, pressentindo com um terno júbilo que talvez uma nova era se estivesse a abrir sob os seus passos.