Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

livrosquesãoamigos

livrosquesãoamigos

O Guardião dos objetos perdidos  Ruth Hogan Um livro encantador onde prevalece a sensibilidade. Uma história diferente, onde se prova que um fio invisível liga pessoas e acontecimentos, aparentemente sem qualquer ligação. No fundo, apoiado em vários casos de amor, não necessariamente carnais, conta-se histórias de vida que nos vão prendendo até um final feliz e desejado.   Quando começara a juntar coisas perdidas, havia já tantos anos, não tinha realmente qualquer plano. (...)
19 Jun, 2023

Angeles e Annie

Quando o nosso alfarrabista preferido nos faz comprar mais livros! Não que ele tenha culpa, eu é que não devia de ter lá ido!!! Quando lá vou, vou devagarinho, pé ante pé, numa de ir só espreitar e encontro estas preciosidades a 5 euros. Quem resistiria? Eu não! Angeles Mastretta - Maridos Eu já tinha lido "A emoção das coisas" e adorado, e este não fica atrás. Várias histórias muito boas, sobre relacionamentos, maridos, companheiros, enfim, o que é viver com eles. Esta (...)
29 Mai, 2023

Léon/Lev Tolstoi

   Leon/Lev Tolstoi. Magrinhos, mas grandes! Emoções e sentimentos humanos, constatações de vida, e alguma escuridão. A sonata a Kreutzer  - Adeus - disse-lhe estendendo a mão.       Estendeu-me a sua com um sorriso tão lamentavelmente triste que tive vontade de chorar.  - Perdoe-me - disse-me ele, repetindo as mesmas palavras que dissera quando concluíra a sua narrativa.  A morte de Ivan Ilitch  - Está acabado! - disse alguém.  Ele ouviu estás palavras, e (...)
Este foi o livro que me acompanhou na viagem por Marrocos.  Um livro sobre livros, sobre paixão por livros,  sobre compaixão e amor por pessoas. Um livro pequeno, simples, mas grande. A livraria Morisaki situa-se na esquina de uma rua cheia de livrarias em segunda mão.. É pequena, velha e não parece que o negócio corra muito bem. E, contudo, há quem adore este lugar. O tio Satoru diz sempre que, para ele, o amor destas pessoas é mais do que suficiente, e eu gosto disso. Tal como (...)
Danielle Steel nasceu em 1949 em Nova Iorque. Danielle Steel existe nas minhas estantes desde a época em que era sócia do Circulo de leitores há mais de 20 anos atrás. Na altura li muitos livros dela, e tenho a dizer que alguns ensinaram-me muito. Aprendi sobre os czares russos, sobre a vida da aristocracia de S. Petersburgo, ou sobre a vida dos japoneses que viviam nos E.U.A na 2º Guerra Mundial. Já outros, eram repetições, mais do mesmo e cansei-me. Parei de comprar os seus (...)